MENU

11/03/2023 às 09h39min - Atualizada em 11/03/2023 às 09h39min

Coldplay chama Seu Jorge e toca 'Amiga da minha mulher' no primeiro de 11 shows no Brasil

Banda tocou para 72 mil pessoas no Morumbi nesta sexta (10). Chris Martin comandou espetáculo ainda mais impressionante que no Rock in Rio e falou em português sobre trânsito de SP.

g1

Coldplay chamou Seu Jorge e tocou com o brasileiro a música "Amiga da milha mulher" nesta sexta-feira (10), no estádio do Morumbi, em São Paulo. O primeiro da série de 11 shows da banda inglesa no Brasil teve os 72,5 mil ingressos esgotados.

Seu Jorge foi chamado de surpresa na parte final do show, com a banda em um pequeno palco no meio do público. Ele foi bem recebido pelos fãs. A banda acompanhou o samba e, no final, o vocalista Chris Martin até arriscou cantar uma parte do refrão, antes do solo de flauta de Seu Jorge.

A segunda surpresa da noite foi quando eles chamaram uma fã brasileira, Anália, para cantar junto com Chris Martin ao piano. Eles cantaram "Let somebody go", de 2021, originalmente um dueto com Selena Gomez. A brasileira foi muito aplaudida.

Quem achou o 
show do Coldplay no Rock in Rio 2022 impressionante vai considerar a turnê solo que aterrissou no Brasil coisa de outro mundo. O show com temas cósmicos é baseado no álbum "Music of the Spheres".

As 72,5 mil pulseiras coloridas entregues a cada fã, que piscam em sincronia, e todos os outros apetrechos tecnológicos e pirotécnicos fizeram o festival do ano passado parecer só um teste.

Por sorte, a chuva que caiu durante todo o dia em São Paulo virou só uma garoa em parte da noite - ao contrário do temporal no Rio.

Os elementos mais impressionantes do show - um palco sem teto, com telões arredondados e desenhos feitos pelas pulseiras nas cadeiras e na plateia - não podem ser reproduzidas em um festival.

Parece um parque de diversões de última geração com os temas amor e sustentabilidade. O show começa com fãs no palco chamando um vídeo de apresentação das medidas sustentáveis da turnê, como a cozinha dos bastidores usar óleo reciclado.

Chris Martin começou o show com um discurso em português, notando os enormes engarrafamentos para chegar ao estádio: "Obrigado pelo esforço de estar aqui hoje mesmo com a chuva o trânsito e todos os outros problemas. Gratidão", disse o vocalista, que mais tarde pediu desculpas por não falar bem português.

Eles tocaram pelo menos uma música dos nove álbuns da banda, exceto "Everyday life" (2019). A maior parte foi do mais recente, "Music of the spheres" (2021). Hits obrigatórios como "Paradise", "Viva la vida" e "Yellow" causam comoção e pulseiras ao alto.

Em duas das músicas mais antigas e calmas, as baladas "Sparks" e "The Scientist", as pulseiras param de piscar. A falta de efeitos traz uma breve lembrança de quando o Coldplay era só uma banda de britpop sensível, meio nerd. Logo voltam as luzes e fogos.

Até a noite desta sexta-feira, havia ingressos disponíveis apenas para alguns setores dos shows no Rio de Janeiro. Os shows de São Paulo e Curitiba já estão esgotados.


 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://rascunhox.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp